Foto: Valter Campanato/Arquivo Agência Brasil

Após a eleição que elegeu Jair Bolsonaro (PSL), começa nesta segunda-feira (29) uma nova greve dos caminhoneiros, com início previsto em Goiás, de acordo com a revista Exame.


O motivo da greve é o descumprimento da tabela do piso mínimo do frete, que os caminhoneiros entendem como uma falha da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Segundo os motoristas, as transportadoras estão pagando um valor abaixo do frete mínimo, além de “perseguirem” os caminhoneiros que não aceitarem o valor.



A agência ainda estuda maneiras de penalizar o descumprimento da tabela, e por isso o prejuízo já é sentido pelos caminhoneiros. O prazo para apresentação de propostas para a ANTT acaba no dia 9 de novembro.


Vimos que na greve passada os efeitos foram enormes, vamos ver os resultados dessa nova greve e esperamos que os caminhoneiros alcance os seus objetivos, aqui em João Dourado o transporte de cargas de verduras e legumes é grande e com certeza termos certos prejuízos.  

Fonte: BN  | Por Osemar Nunes

Postar um comentário

 
Top